terça-feira, 30 de junho de 2009

AS PRECIPITAÇÕES ATMOSFÉRICAS

São formas de precipitação: a chuva, a neve, a geada, o orvalho e o granizo. Todas resultam da condensação, quando há resfriamento ou excesso de vapor de água em determinado lugar da superfície terrestre.
A chuva é a precipitação mais importante para as sociedades humanas, principalmente na agricultura, para o abastecimento de água, para manter elevado o nível dos rios, etc. As chuvas podem ser:


Chuva de convecção: O ar que sobe em movimento contínuo na atmosfera se resfria a grandes altitudes, dando origem a nuvens do tipo cúmulo ou cúmulo-nimbo. São chuvas típicas da zona equatorial, como a Amazônia, onde o ar se aquece com muita freqüência por causa da alta temperatura.

Chuvas frontais: Resultam do choque entre duas massas de ar diferentes, uma quente e úmida e a outra fria e seca. O ar frio por ser mais pesado faz o ar quente subir na atmosfera, este ar quente e úmido se resfria e se condensa, provocando chuvas demoradas, e que são as mais freqüentes em todo o mundo.

Chuva orográfica: São causadas pelo choque do ar úmido do oceano com uma área montanhosa. As montanhas atuam como uma barreira no caminho do vento, obrigando-o a subir para a atmosfera e ao subir o ar se resfria e se condensa, caindo sob a forma de chuva sobre as vertentes, como ocorre no planalto da Borborema no Nordeste do Brasil. Neste caso, o outro lado da barreira montanhosa não é atingido pela chuva, mas pelo ar seco, é também comum na costa oeste da América do Norte.

2 comentários:

  1. Minha prof.ª disse que existem 6 precipitações...
    Quais são elas???

    ResponderExcluir
  2. muito bom e obrigado pela informaçao e k continue m assim

    ResponderExcluir